Karú Martins.


“Por onde andei? Enquanto você me procurava. E o que te dei? Foi muito pouco ou quase nada. E o que eu deixei? Algumas roupas penduradas. Será que eu sei? Que você é mesmo tudo aquilo que me faltava” 

“Por onde andei? Enquanto você me procurava. E o que te dei? Foi muito pouco ou quase nada. E o que eu deixei? Algumas roupas penduradas. Será que eu sei? Que você é mesmo tudo aquilo que me faltava” 

"Quero ser menina, encontro-me mulher… Quero ser mulher, vejo-me menina" 

"Quero ser menina, encontro-me mulher… Quero ser mulher, vejo-me menina" 

tem algum lugar que posso achar seu trampo
Anônimo

Sim, tenho alguns trabalhos nesse site http://www.flickr.com/photos/karumartins/ e posto bastante coisa no Facebook também. http://www.facebook.com/karumartins


As vezes eu tenho vontade de socar a parede.. mas não vale muito a pena. Nem chorar, que não machuca, anda valendo muito.

As vezes eu tenho vontade de socar a parede.. mas não vale muito a pena. Nem chorar, que não machuca, anda valendo muito.


"A fotografia eterniza momentos. A poesia eterniza sentimentos. A fotografia é a poesia da imagem. A poesia é a fotografia das sensações."

"A fotografia eterniza momentos. A poesia eterniza sentimentos. A fotografia é a poesia da imagem. A poesia é a fotografia das sensações."

‎Jamais perca seu equilíbrio, por mais forte que seja o vento da tempestade